ATF

Untitled Document ASSOCIAÇÃO DE TERAPIA DE FAMÍLIA DO RIO DE JANEIRO

INTRODUÇÃO DA HISTÓRIA DA ATF-RJ – 2010

INTRODUÇÃO DA HISTÓRIA DA ATF-RJ - 2010 – Cynthia Ladvocat

As origens da Terapia de Família no Rio de Janeiro podem ser reconstruídas pelas informações sobre os Institutos Formadores e pelos depoimentos dos pioneiros em terapia familiar, que atuavam antes da fundação da ABRATEF, conforme foi definido pela comissão de história do CDC da ABRATEF. Na relação dos pioneiros, infelizmente muitos não foram localizados ou por alguma razão não se dispuseram a fornecer suas histórias. Apenas quatro deles não são filiados a ATF-RJ. A relação dos Institutos Formadores desde 1978, contou com a colaboração dos seus diretores quanto ao ano de sua fundação e dados sobre a 1ª turma do curso de formação.

No Rio de Janeiro podemos supor que o movimento de terapia familiar começou logo no início dos anos 70. Portanto temos cerca de 50 anos de trajetória. Mas como remontar essas origens? Na leitura dos depoimentos dos pioneiros verificamos que a primeira geração trouxe para o Brasil os estudos aprendidos fora do país, em geral nos Estados Unidos. Na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), um grupo de profissionais lançou em 1978 a primeira turma de formação em terapia familiar no Instituto de Psiquiatria (IPUB). Em 1973 na PUC-Rio Lucia Ripper, recém chegada dos Estados Unidos, organizou no Instituto de Psicologia Aplicada (IPA) seminários para os professores interessados em Terapia Familiar. Iniciou a cadeira de Teoria e Técnica Psicoterápica, onde ministrava aulas sobre Terapia de Família e estruturou uma equipe de estágio, muito concorrido na época. Em 1980, o CEFAC foi fundado por Lucia Ripper, Gladis Brun e Ana Maria Hoette a primeira instituição privada de terapia familiar, que contava com a colaboração de Terezinha Féres-Carneiro, Antonio Celso, Vicky Roitman e Ary Band. Alguns profissionais estrangeiros, como Nicolo, Andolfi, Sluski. Loketec, Glacerman e Ravazzola vinham de seus países para seminários no CEFAC, com sede na Urca. A seguir foram fundados o ITF-RJ e a Núcleo Pesquisas. A história continua, mas leia mais a frente para mais informações sobre os PIONEIROS e os INSTITUTOS FORMADORES.

A Associação de Terapia Familiar do Rio de Janeiro foi fundada 15 de março de 1995 e teve em suas diretorias sempre um grande número de titulares empenhados e comprometidos:

  • Biênio 1995-1998: Sede no ITF-RJ

Presidente: Teresa Cristina Chagas Diniz

Vice-Presidente: Lia Baptista Carvalho

  • Biênio 1998-2000: Sede no Cefai

Presidente: Berenice Fialho Moreira

Vice-Presidente: Teresa Cristina Diniz

  • Biênio 2000-2002: Sede no Delphos

Presidente: Maria Cecília Veluk Baptista

Vice-Presidente: Cynthia Ladvocat

  • Biênio 2002-2004: Sede na Terra dos Homens

Presidente: Cynthia Ladvocat

Vice-Presidente: Ana Silvia Teixeira

  • Biênio 2004-2006: Sede Instituto Mosaico

Presidente: Cynthia Ladvocat

Vice-Presidente: Maria Cristina Milanez Werner

  • Biênio 2006-2008: Sede Instituto Mosaico

Presidente: Sonia Mendes

Vice-Presidente: Maria Cristina Milanez Werner

  • Biênio: 2008-2010: Sede Iphem

Presidente: Maria Cristina Milanez Werner

Vice-Presidente: Rosane Esquenazi

A ATF-RJ, através de sua comissão científica, organiza uma agenda de eventos na área de família. Foi sede da ABRATEF nos anos 1995-1998, e foi presidida por Teresa Cristina Chagas Diniz. Organizou sob a presidência de Lia Baptista Carvalho o III Congresso Brasileiro de Terapia Familiar, em julho de 1998, no Hotel Intercontinental em São Conrado.

No ano 2002 organizou o V Encontro de Formadores, em Angra dos Reis e no ano 2007, o VIII Encontro de Formadores em Itaipava, na cidade de Petrópolis.

Nesse ano de 2010 a ATF-RJ congrega cerca de 300 associados. É novamente sede da diretoria executiva da ABRATEF e está organizando sob a presidência de Maria Cecília Veluk Baptista, o IX Congresso Brasileiro de Terapia Familiar, em agosto na cidade de Búzios.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário