De la para cá nunca mais será o mesmo.

#TerapiaFamiliarHoje

Meu nome é Aline Perretto, sou psicóloga, terapeuta de família e casal e sexóloga. Minha realidade é do interior do Rio, pois moro em Resende, sul do estado. O engraçado é que não sei desde quando o de la pra cá começa, acredito que seja um efeito da pandemia.

Sempre tive um rotina tranquila no consultório, interessada em cursos, simpósios, congressos – encontro de saberes.

Fui surpreendida, assim como todo mundo, no início de 2020, com esse terror da pandemia.

Minha rotina de crianças na escola, atendimentos presenciais foi abruptamente interrompida. Inicialmente acreditei não passar de 15 dias, então resolvi curtir o momento em família dentro de casa, que por sinal foi maravilhoso. Só que eu comecei a ficar preocupada com os meu pacientes que estavam sem atendimento e começando a enfrentar dificuldades financeiras pelo lockdown, embora a minha realidade fosse tranquila, sempre tive consciência que para a maioria das pessoas não estava nada tranquilo.

A ATFRJ foi de extrema importância para mim, pois com as reuniões do Cuidando de Nós surgiu o interesse em me tornar uma terapeuta voluntária, e foi nesse momento que rompi o bloqueio dos atendimentos on-line. Passei a fazer atendimentos sociais, inclusive para os pacientes antigos que enfrentavam problemas financeiros. Com o passar do tempo fui me sentindo segura para retornar ao consultório e trabalhar de forma híbrida (presencial e on-line).

A demanda para psicoterapia na minha região aumentou bastante do meio da pandemia para cá e começou a ficar difícil administrar o tempo.

Problemas relacionados a sexualidade começaram a se tornar centrais nas demandas do consultório, e como é importante pra mim ter feito formações que se complementam para oferecer um olhar mais completo e focado.

Questões como o anúncio da bissexualidade ou homossexualidade do filho, disfunção erétil e ejaculação precoce, queda da libido,… são recorrentes nos atendimentos. Alinho meus saberes com outros profissionais como fisioterapeuta pélvico, nutrólogo, urologista, ginecologista e psiquiatra. Assim oferecemos um trabalho multidisciplinar com interesse em resultados mais eficientes.

De la pra cá tive a chance de fazer diversos cursos que foram oferecidos on-line, reuniões para trocas, principalmente pela ATFRJ, que se não fosse on-line, eu não teria a oportunidade de fazer tantos em tão pouco tempo. O fato de morar no interior sempre me deixou limitada, tendo que escolher os cursos conforme a minha disponibilidade de ir pra capital ou Niterói.
Em respeito ao luto de milhares de famílias sei que é o pior momento que estamos enfrentando. Mas é notório que de la pra cá nunca mais será igual. Transformações vieram pra ficar. Atendimentos on-line, cursos em webinar, reuniões online, plataformas em EAD cada vez mais acessíveis, trazem esperança de uma maravilhosa e avançada herança desses dias ruins.

Aline Perretto

Psicóloga, terapeuta de família e casal e sexóloga.

4 Replies to “De la para cá nunca mais será o mesmo.”

  1. Bela reflexão, belo texto, Aline! Parabéns! 👏👏👏 Me fez lembrar a música “Como uma onda no mar” 🌊 do Lulu Santos. E como é maravilhoso fazer parte da nossa querida ATF-RJ💖 Esta Associação que nos acolhe 🤗 nos dá pertencimento, amizades queridas e duradouras nos ajuda a crescer profissionalmente. Bjo grande 😘 e sucesso a cada ciclo que vc iniciar e fechar com chave de ouro! 💐

  2. Amo a sua experiência e maneira de pensar. Sempre criativa, buscando mais. Aberta à colaboração e a aprender junto. Prazer em ler o seu texto e em conhecê-la. Sucesso *De agora para sempre*.

  3. Gostei muito do seu texto, mostra que, com seu empenho, criatividade e articulações, está encontrando uma forma de seguir em frente com oportunidade de aprendizados e mais tranquilidade.

  4. Parabéns Aline e seja muito bem vinda à nossa rede da ATFRJ.
    Muito bom ter suas contribuições nos grupos que fazemos parte juntas.
    Seu texto faz refletir a realidade que todos nós estamos vivendo, de lá pra cá nenhum de nós será o mesmo, alguns encolheram outros desabrocharam!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *